quarta-feira, 6 de janeiro de 2010

- é ELA, a tal...

Deveria estar a estudar para mais uma frequencia daquelas que alguém inventou para me dificultar a vida, que por sinal é tão boa na faculadade, mas não, ainda não estou a estudar.. não antes de te dizer o quanto me és.. sim tu oh pascassia, sim tu Daniela Pereira, a tal que usa as palavras mais bonitas para descrever tudo que eu nem sequer entendo o que é esse tudo mas enfim, só ela se entende no meio de tanta letrinha, frases soltas e magnificos textos.

Ao contrário de ti não me lembro de quando começamos a falar, nem qual o motivo ( e não vale ir ver a qualquer sitio).. não me lembro de onde surgiste, ou lembro, de mais uma pagina dessas que andam pela internet, não me lembro sequer se sabia o teu nome, se sabia onde moravas, se sabia... bem a verdade é que não me lembro de nada para variar, mas tu sim, tu lembras-te sempre de tudo ao pormenor.

Lembro-me apenas que “as tais máquinas de escrever” ainda hoje me dão dores de cabeça, que não tenho paciencia para procurar tudo que preciso e aí entras tu para dar os teus toques magnificos , que “odeio marroquinos” como tu, que não sei viver sem escrever tal como tu,.. lembro-me de coisas tão insignificantes, a verdade é que nós também somos insignificantes, insignificantes para o resto do mundo mas importantes uma para a outra, e não, não são as recordações que eu não guardo que me importam, pois recordações normalmente guardo numa caixinha de algo que já não tenho, de algo que já passei e que não me faz falta... a ti e ás tuas coisas não guardo numa caixinha, portanto nem lhe posso chamar recoradações.. talvez amor? Oh pah não sei o que te posso chamar na minha vida, como posso definir a tua insignificancia...

A qualquer momento surge mais uma mensagem, podemos deixar de falar dias e dias mas temos sempre algo a contar quando retomamos a conversa.. podemos nem saber o que cada uma está a fazer neste momento (por acaso até sei, estas a ser espancada por um senhor parvalhao que quer uma chupeta), posso nem saber se estas bem, se estas a chorar mas bem cá dentro sinto tudo que sentes e tudo que passas ou esqueces-te que adivinho tudo.. que os filmes que eu idealizo tu fazes o favor de os realizar? Ah pois nada falha..

Mas enfim, que queres que te diga? Que és importante, que me entendes todos os dias, mesmo que mais ninguém entenda, que me fazes rir com tanta teimosia, que me chocas com tanta estupidez? Não, não vou dizer isso pois não chegaria para te dizer o que me és, o que me fazes e quanta falta fazes.

Enfim.. não te vou dizer nada, deixo-te apenas sentir. Chega?

Odeio-te mesmo oh rainha do teu próprio castelo.

AMOTE MINHA GEMEA, MINHA MICKEY *.*

(ela a egocentrica e a que não precisa de nada nem de ninguém para ser o que é, a verdadeira, a única DANIELA PEREIRA))

3 comentários:

  1. Eu ! já te disse que tu não mandas em nada!
    A RAINHA sou eu .|.
    TOMAAA @@

    (L)

    ResponderExcluir
  2. Ui oublá, so pode haver uma Rainha!
    Mas está certo, tu es de espanha eu de marrocos (aa)
    .|.

    Chupetaaa, das grandes *-* :D
    (L)

    ResponderExcluir